top of page
  • engajesite

Comunicação interna nas empresas livre de preconceitos!


A comunicação interna nas empresas precisa ser feita de maneira profissional, porém, é importante que todos os membros da equipe se sintam representados e ouvidos, e, para isso, preconceitos não devem ser tolerados.


Neste post, explicamos como fazer uma boa comunicação interna nas empresas, com base na diversidade e na comunicação acolhedora. Além disso, falaremos sobre o porquê desse cuidado.


O que você verá neste post:


Boa leitura!

Qual a importância de se promover uma comunicação interna sem preconceitos?


Antes de falarmos sobre como ter uma comunicação interna livre de preconceitos, é importante que você entenda a importância de tomar esse cuidado e quais os benefícios que a sua organização pode obter.


Em primeiro lugar, permitir uma conversa mais plural na empresa faz com que ela seja mais receptiva às ideias e experiências diferentes, que só pessoas diversas podem oferecer para enriquecer o ambiente.


Além disso, essa pluralidade na comunicação faz com que toda a equipe adquira outros conhecimentos e entre em contato com novas ideias, permitindo que a organização tenha uma visão mais completa.


Porém, a comunicação diversa nas empresas é algo que precisa ser feito gradualmente e com muito planejamento, já que é preciso garantir que todos da empresa estejam alinhados com esse propósito e, ao mesmo tempo, sintam-se ouvidos.


Como lidar com o preconceito e a discriminação na empresa?

Além de investir em uma comunicação mais plural na empresa, também é importante que a instituição saiba como lidar com esse tipo de situação, caso ocorra. Para isso, separamos algumas dicas importantes:

  • Promova a diversidade;

  • Admita que o preconceito existe;

  • Faça a empresa se posicionar.

Promova a diversidade

O primeiro e mais importante passo é, na prática, promover a diversidade na empresa. E isso pode ser feito de diversas maneiras, tanto na adoção de uma comunicação mais plural quanto em cargos de sócios e cargos de liderança formados por pessoas diversas.

Admita que o preconceito existe

Outro ponto muito importante é não fechar os olhos para esse problema, caso ele exista na sua instituição. Fingir que a discriminação não está acontecendo em sua organização apenas fará com que o problema se torne uma grande bola de neve com consequências ainda mais graves para a reputação da sua empresa.

Faça a empresa se posicionar

A empresa precisa deixar muito claro para o seu público interno e externo qual o seu posicionamento em relação aos preconceitos e casos de discriminação que ocorrem dentro e fora da instituição.


Quais as melhores opções de comunicação atualmente?

Para colocar em prática as estratégias de melhorar a comunicação interna da empresa e deixá-la mais inclusiva e diversificada, é preciso contar com os canais certos, para que a mensagem chegue de maneira correta e rápida.


  • Intranet;

  • Mural de recados;

  • Rede social corporativa.

Intranet

A intranet é um tipo de rede colaborativa cujo acesso é permitido apenas para os colaboradores da empresa. Dessa forma, é possível interligar departamentos e unidades da instituição, além de facilitar a entrega de informativos ou a publicação de treinamentos para equipe.

Mural de recados

Essa é uma opção de comunicação bastante simples, porém, muito eficiente. Por meio dela, a gestão e a própria equipe podem anexar avisos importantes que poderão ser vistos por cada colaborador que passar pelo mural.

Rede social corporativa

Para empresas que contam com muitos colaboradores trabalhando remotamente, a criação de uma rede social corporativa pode ser uma ótima forma de manter a proximidade entre eles e debater assuntos importantes para a empresa.


Como fazer comunicação interna nas empresas?

Até aqui, você entendeu a importância de promover a diversidade na comunicação da sua empresa, além de receber algumas dicas para lidar com o preconceito que pode existir dentro da sua instituição. Agora, confira algumas ações de comunicação interna pautadas em diversidade:


  • Conheça o seu público interno;

  • Treine sua equipe;

  • Participe do processo.


Conheça o seu público interno

Não dá para se comunicar de maneira eficiente sem saber com quem você está falando. Por isso, busque conhecer melhor a sua equipe bem como suas diversidades. Depois, pense em estratégias para conseguir conversar com esses diferentes públicos.


Treine sua equipe

Outra dica é investir na realização de treinamentos com a equipe pautados na diversidade. Dessa maneira, eles poderão conhecer mais o assunto e entender a importância de adotar essa postura no ambiente de trabalho (como também em outros âmbitos da vida).

Participe do processo

A comunicação diversa não deve ser algo restrito apenas para as equipes: a gestão também deve participar desse processo, assim como entender e colocar em prática a comunicação pautada em diversidade com o restante da empresa.


Sua equipe deve participar desse processo?

A comunicação interna é algo que afeta principalmente os próprios colaboradores, e nada mais justo do que permitir que eles participem desse processo. Afinal, estamos falando da forma como eles querem ser tratados no ambiente de trabalho.


Assim, busque colher feedbacks dos colaboradores relacionados à adoção de uma comunicação mais diversa dentro da empresa. Dessa forma, é possível que eles apontem atitudes que podem passar despercebidas em um primeiro momento, mas que acabam causando algum tipo de desconforto em certos grupos.


Resumindo: para uma comunicação interna nas empresas livre de preconceitos, é preciso conhecer o seu público interno, treinar a sua equipe para esse novo tipo de comunicação e fazer com que toda a empresa participe desse processo de mudança.


Assim, entendendo como promover uma comunicação interna nas empresas mais inclusiva e diversa, a sua equipe se sentirá mais acolhida, além de melhorar consideravelmente a reputação da sua organização.


E por falar em reputação, você sabe como analisar a imagem da sua empresa? Entre em contato com o nosso time e saiba mais.

10 visualizações0 comentário
bottom of page