top of page
  • engajesite

Comunicação no trabalho: O que aprendemos no ano de 2022?


Com o advento da pandemia e todos os desafios que acompanharam essa transição para o “novo normal” das empresas, a comunicação no trabalho passou por várias mudanças. Os meios de nos comunicarmos evoluíram e se adaptaram de acordo com as necessidades que esse momento tão delicado impôs.


Mas ainda assim, a busca por soluções mais fiáveis e para a comunicação interna e externa nas empresas continua. Em 2022, a importância da comunicação no ambiente de trabalho foi mais impactante. Pois já estamos no segundo ano desse novo panorama mundial e muitas empresas já se adequaram totalmente ao home office ou às jornadas híbridas de trabalho. Vamos entender melhor o que mudou e o que ainda irá mudar daqui pra frente.


Neste post você confere:


Tendências que transformaram o meio de comunicação em 2022

Um dos maiores desafios para a comunicação no trabalho hoje, foi a necessidade de uma adaptação rápida e para um modelo cada vez mais digitalizado e dinâmico. O uso dos messengers tornou-se indispensável para empresas que precisam de interações constantes entre seus colaboradores. Um fenômeno que forçou muitos desses colaboradores a se atualizarem o mais rápido possível para esse novo paradigma, e essa atualização “forçosa”, em muitos casos, não é recebida com entusiasmo. Uma resistência às mudanças é uma reação um tanto normal, principalmente quando nos referimos à algo que que já permeia nossas rotinas. No entanto, poder promover uma nova prática que irá facilitar os processos internos e a comunicação entre as equipes deve ser incentivado. Conseguir unir estratégias de comunicação que vão melhor atender as necessidades dos colaboradores em home office ou em formatos híbridos de trabalho, pode ser sim um desafio, mas ainda assim, é algo a ser promovido e reforçado. Sem dúvidas, uma das prioridades hoje é de fato saber promover essas novas formas de comunicação em uma maneira que sua ação facilitadora possa ser compreendida mais facilmente por todos os envolvidos, independente de como sejam suas jornadas de trabalho, home office, híbridas ou até mesmo presenciais. Reformular os canais internos para que a comunicação entre os colaboradores e departamentos seja mais fiável e fluida, é uma tendência que, apesar de ter surgido com o início da pandemia, deve continuar de agora em diante. Hoje, a prática da comunicação interna assumiu um papel muito mais iminente para a viabilização de estratégias de negócios. Já que a integração entre os departamentos deve, acima de tudo, promover uma cultura organizacional muito mais participativa entre os colaboradores. Para tanto, orientar todos os colaboradores sobre como utilizar essas novas ferramentas de comunicação de forma correta, seja em qualquer formato de trabalho, é fundamental para garantir que não haverão problemas de má comunicação. Pois neste novo paradigma, todos estaremos sujeitos a uma corrente constante de informações a cada momento. Por exemplo, os canais internos devem ser usados exclusivamente para a viabilização das estratégias de negócios e a comunicação entre colaboradores, departamentos e clientes. A partir do momento em que esses canais são usados para outros fins, problemas de comunicação e de organização podem vir a ocorrer e impactar negativamente as operações de uma equipe ou até mesmo de um departamento inteiro. Portanto, é papel dos líderes de equipe se assegurar de que esses canais estejam sendo usados da maneira correta. Também reforçando a importância da participação de todos para que a experiência geral dos colaboradores seja a mesma, independente de seus formatos de trabalho. Reuniões e eventos corporativos, sejam presenciais ou remotos, devem manter o mesmo impacto e importância para aqueles que participam. Esses são apenas alguns dos desafios que as empresas tiveram de enfrentar e se adaptar no decorrer dos últimos anos. Mas a necessidade de evolução para acompanhar essas tendências, continua sendo uma constante para o mundo corporativo. Pois, saber utilizar dessas novas estratégias e ferramentas, não só para uma rotina corporativa mais coesa, mas também para garantir um melhor atendimento aos seus clientes, é imperativo para se manter competitivo e relevante no panorama dos negócios de hoje em dia.


Mudanças que vieram para ficar na comunicação interna

Um dos fatores mais relevantes para esse novo panorama da comunicação corporativa, é a necessidade da uniformização e unificação dos canais internos, assim como a facilitação do acesso aos canais externos também. Pois, os departamentos operacionais também devem ser levados em consideração, da mesma forma que stakeholders que não estejam ligados diretamente aos canais internos da empresa. Então, é imprudente relevar a importância das áreas operacionais que estão ativamente gerando valor e receita para sua empresa, portanto, a adoção de ferramentas que possam de fato facilitar a comunicação com colaboradores operacionais é de extrema importância. Dessa forma, o foco em manter uma mensagem que possa ser distribuída efetivamente para todos os departamentos de maneira uniforme é uma prioridade. Mesmo que para isso seja necessária a diversificação dos canais de comunicação interna. Pois, tanto os colaboradores que trabalham com computadores ou em seus celulares, devem sempre estar igualmente conectados e informados.


Quais temas abordar para melhorar a comunicação interna?

De acordo com gestores de equipes de comunicação interna, a coesão entre os objetivos e as estratégias da empresa deve ser uma prioridade, mas ainda devem estar relacionados a temas que sejam de fato relevantes. Dentre eles, diversidade e inclusão, compliance, inovação, ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa) e saúde organizacional, figuram como os temas mais importantes a serem abordados de agora em diante e a serem incluídos nas agendas das empresas. Sendo que, sua finalidade não é apenas tida como um papel social, mas também visa a formação de lideranças mais comunicativas e aptas a apoiar seus times de maneira mais efetiva e ainda manter uma cultura de comunicação mais simplificada e funcional.


Como engajar os colaboradores

Implementar essa nova cultura estratégica e organizacional pode ser um desafio, principalmente no caso dos colaboradores que estejam em home office ou passem longos períodos longe do escritório. Por isso, saber engajá-los nesse novo paradigma pode demandar mais atenção do que em outros casos. Valendo ressaltar ainda, o foco deve ser na inclusão de todos. Para assegurar que a mesma mensagem esteja de fato à disposição de todos os departamentos e colaboradores. Evitando desentendimentos que possam ocorrer por falta de organização ou coesão A adoção de plataformas e apps de comunicação mais abrangentes, como messengers e whatsapp também podem facilitar todo o processo de comunicação interna. Dessa forma, priorizando a comodidade e o bem-estar de todos, independente dos formatos de trabalho de cada colaborador. Dessa forma, viabilizando maior flexibilidade e dinamismo na hora de entrar em contato com departamentos ou funcionários distintos. Mas para chegar a esse ponto, é importante relembrar a participação ativa dos líderes de equipe para auxiliar os colaboradores que ainda tenham dúvidas ou ainda estejam resistentes às mudanças da comunicação em suas rotinas. Facilitar o diálogo entre as partes e tornar todo o processo mais humano e colaborativo será um grande facilitador para todos os envolvidos. Dessa forma, o engajamento por parte dos colaboradores, até mesmo aqueles que ainda possam ter um pouco de dificuldade a princípio, será gradativo e a incorporação dessas práticas em suas rotinas será muito mais natural. Para saber ainda mais sobre como aplicar melhores estratégias de comunicação interna e evitar falhas que possam ocorrer durante o todo o processo, confira nosso post anterior sobre as consequências que a má comunicação pode ter na reputação de uma empresa.



9 visualizações0 comentário
bottom of page