Buscar
  • engajesite

Qual pode ser o fator do sucesso ou o fracasso de uma empresa?

No último dia 22, Reinaldo Polito publicou em sua coluna no Uol um artigo que nos faz realmente pensar sobre o segredo das empresas bem-sucedidas. Lá, ele reflete sobre o que faz uma empresa ter um sucesso estrondoso enquanto outras fracassam ou sobre aquelas que estão mal das pernas e, de repente, têm uma grande recuperação.

Reinaldo apresenta fatores que geralmente levam uma empresa ao sucesso:


- Bons produtos,

- Foco no negócio,

- Capacidade de inovação,

- Agilidade de adaptação,

- Saúde financeira e crédito,

- Reputação,

- Competência profissional.


Esses são alguns fatores, existem outros que podem ser levados em conta, como a mais pura e simples sorte. Mas o que ele e grandes nomes dos negócios levam em conta, como Warren Buffet e Jack Welsh, o investimento em comunicação oral e escrita. Pois, como diz Buffet, “aquele que se comunica bem tem um grande impacto para vender e persuadir”. Uma das mais importantes competências para aqueles que comandam organizações não é levada em conta no momento da formação desses profissionais, segundo o mesmo.


Polito coloca que diferentes pesquisas mostram que gestores de empresas passam, pelo menos, 80% do tempo se comunicando, ou seja, todo o seu dia de trabalho é dedicado a esta atividade, mesmo que não seja levado em conta, pois eles estão sempre falando com alguém, lendo, escutando e escrevendo. Então, a comunicação está sempre presente em suas tarefas.


Os empresários usam todo o seu tempo para comunicação. Seja no trânsito de casa para o escritório, onde estão conversando com alguém via telefone, lendo o clipping diário ou respondendo alguma mensagem. Os horários de almoço e fim do expediente também são tomados por essas atividades: em um almoço com clientes ou fornecedores e um jantar ou happy hour, quando outros assuntos podem ser discutidos com o seu networking.


A qualidade da comunicação e suas vertentes


Mais do que o fato de passar boa parte do tempo se comunicando, o que precisa ser levado em conta é a qualidade dessa comunicação, segundo Polito. É necessário ser eficiente, ter a capacidade de convencer, persuadir e motivar para que os objetivos da empresa sejam abraçados e alcançados. A boa comunicação é necessária para se fechar negócios também.


LEIA TAMBÉM: Seis pontos chaves para uma efetiva capacitação em comunicação.


Há a necessidade de saber ler e ouvir também. Não a mensagem em si, mas aquilo que é dito nas entrelinhas. Como diz Polito, é preciso “compreender a verdadeira informação ou intenção que se esconde nas pausas mais prolongadas, no tom de voz mais áspero ou mais escamoteado, no parágrafo mais prolixo ou excessivamente conciso, nos eufemismos”.


O administrador precisa saber entender e observar aquilo que as pessoas pensam para poder identificar essas posições para poder traçar estratégias do que comunicar para alcançar seus objetivos. E, para ter sucesso, novamente voltamos ao mesmo ponto, é necessário saber se comunicar.


O profissional precisa ser realmente bom na arte da comunicação, pois ele chega a diferentes públicos: aqueles que são seus pares e entenderão o que será dito e outros profissionais que não serão tão instruídos, mas têm interesse em aprender com o que seus superiores dizem e realizam suas tarefas baseando-se nisso.


A habilidade da boa comunicação faz com que esses diferentes públicos compreendam e se interessem pelo conteúdo que o administrador disseminar e, assim, ele desempenhará o seu verdadeiro papel: fazer com que as pessoas compartilhem a necessidade de atingir os objetivos da empresa.


Quer melhorar sua comunicação? A Engaje! pode te ajudar a atingir os seus objetivos. Entre em contato e agende um horário com um de nossos gestores: engajesp@engajecomunicacao.com


fazer o percurso contrário ao do Polito. Ele puxa no título para as empresas e no texto trata dos benefícios e importância da comunicação para os profissionais, para os executivos. Eu acho que precisamos retomar a questão da comunicação como diferencial de sucesso para as empresas mesmo. Que, assim como os executivos de sucesso, as marcas bem sucedidas precisam de comunicar com maestria

Como as marcas devem se comunicar para ter sucesso

No último dia 22, Reinaldo Polito publicou em sua coluna no Uol um artigo que nos faz realmente pensar sobre o segredo das empresas bem-sucedidas. Lá, ele reflete o poder de comunicação dos administradores e como eles devem ter maestria na arte da comunicação, pois passam boa parte do tempo se comunicando. O mesmo serve para as marcas. Assim, você sabe o que é necessário para que as marcas dominem esta arte?

A comunicação de uma marca desempenha um papel crucial na sua construção. No entanto, existem certas estratégias e táticas que podem ser usadas durante o processo. Este caminho não é fácil, já que as marcas não são concebidas da noite para o dia. Seus clientes ditam parte dessa comunicação e para que ela seja clara e consiga atingir o público nos pontos e momentos certos, significa que você e sua equipe fizeram o trabalho certo.

Entenda como construir uma comunicação assertiva com maestria:

Seja autêntico – Seus agentes mais genuínos para promover sua marca são seus clientes e esse compartilhamento acontece, geralmente, através do boca a boca de forma positiva. Assim, é necessário que toda a comunicação feita pela própria marca seja autêntica, honesta e espontânea. Evite respostas automáticas ou as de um bot. Tenha uma voz humanizada, empática e autêntica. Assim é possível criar uma conexão imediata com o público, baseada na confiança. Não faça suas respostas parecerem forçadas. Seja humano, sempre.


LEIA TAMBÉM: Novo posicionamento da Shell


Crie conversas – Quando um cliente compartilhar uma experiência positiva, não agradeça apenas. Vá além e converse. Faça com que sua marca encontre a voz humanizada. As pessoas adoram quando uma marca conversa com elas, uma a uma. Mesmo que seja uma conversa divertida ou uma trolagem (no bom sentido). Elas se lembrarão de como a marca fez com que elas se sentissem. Quando você atinge a estatura de ter conversas positivas em tempo real e naturais com seus clientes, em breve eles serão os responsáveis ​​pelo seu marketing.


LEIA TAMBÉM: 7 Melhores estratégias de lançamento da Netflix


Compartilhe conteúdo relevante – No mundo das marcas, o conteúdo é rei! É necessário um pouco mais de prática para criar conteúdo que agrada seu público e ainda seja relevante. É sempre importante pedir para que seu público compartilhe, comente, sugira o que ele deseja ver mais em suas redes. Ao escutá-lo, eles continuaram te acompanhando e, podem se tornar co-criadores do seu conteúdo.


Não use sempre a autopromoção – As pessoas não gostam de marcas que se vangloriam o tempo todo. Até mesmo no dia a dia, as pessoas não gostam daquelas que não param de falar sobre si mesmas. Se você não pode agregar conteúdo naquele momento, não se sinta na obrigação. Você corre o risco de perder parte do seu público com um conteúdo mal colocado.


Seja transparente – Ser transparente permite que seus clientes entendam o que está acontecendo nos bastidores. Isso ajuda a marca a conquistar confiança. A prática não apenas ajuda a empresa a educar seu público, mas também disseminar informação e ampliar o reconhecimento da marca – ao mesmo tempo em que atinge um lugar de respeito na mente do consumidor.


Publique conteúdo que divirta e satisfaça seu público – Publique algo que seu público gostará, apenas por diversão, mas que seja aderente a sua marca. Essa será uma mensagem aos seus seguidores de que sua marca não está nas redes apenas para vender, mas para encantar. Isso fará com que seu público aguarde pelo conteúdo e também aumentará a confiança que eles têm em sua marca.


Aproveite o conteúdo gerado pelo consumidor – Preste atenção naquilo que seu público compartilha ou comenta sobre sua marca. Quando você souber qual é o desejo deles, seja ágil e dê o que desejam. Aproveitar o conteúdo gerado pelo usuário não é tão difícil quanto parece. Apenas compartilhe o conteúdo de um consumidor e ajuste seus serviços ou produtos e até mesmo sua comunicação neste momento.

Como vivemos a era digital, o foco não deve ser apenas a comercialização de um produto ou serviço para o consumidor, mas também conversar com ele. Fomentar e alimentar essa comunidade com comunicação humanizada e verdadeira. Quer melhorar sua comunicação e conhecer um pouco mais sobre marketing colaborativo? A Engaje! pode te ajudar a atingir os seus objetivos. Entre em contato e agende um horário com um de nossos gestores: engajesp@engajecomunicacao.com

0 visualização0 comentário