• engajesite

Media Training: o treinamento que vai além. Entenda!

Atualizado: Mai 18



O relacionamento com a imprensa é um processo essencial para qualquer marca se consolidar no mercado, mas nem sempre é uma tarefa simples. Poucas são as pessoas que possuem experiência e as técnicas de comunicação fundamentais para gestão de momentos de crise.


Para evitar deslizes e preparar os porta-vozes — responsáveis por representar a comunicação corporativa —, nasce o media training.

Leia também: Imprensa: falar ou não, eis a questão!


Mas afinal, o que é media training?

Media training ou treinamento de mídia, em português, diz respeito à preparação dos porta-vozes de uma organização, por meio de técnicas de oratória, postura profissional e memorização, para uma relação direta com os veículos de imprensa.


Essa capacitação é composta por treinamentos, questionários, gravações, entrevistas e análises verbais e corporais, apresentando, também, avaliações da postura do porta-voz.


Diversas empresas encaram o media training como um processo de orientações de curto prazo, porém ele é bem mais profundo e complexo que isso. Trata-se de algo contínuo e que demanda um longo período de treinamento, visto que são muitos pontos a serem tratados e avaliados.


O primeiro passo é, justamente, definir os porta-vozes da organização, voltando o treinamento aos responsáveis pela comunicação, excluindo a possibilidade de outro profissional que não detém tal função representar a empresa frente à mídia.

Como o media training é feito?

Não há uma regra padrão para realizar o treinamento, visto que vai de acordo com a necessidade de cada empresa. De modo geral, eles são administrados pela área de assessoria de imprensa, abordando desde conceitos básicos e técnicas de comunicação até a importância do planejamento prévio, a fim de se adquirir domínio da comunicação com a mídia.


Também há a parte prática, com simulações gravadas, avaliando postura, desenvoltura, tempo de resposta e linguagem corporal.


Existem variações das técnicas a serem instruídas de acordo com a necessidade da empresa, como o social media training, que tem o objetivo de melhorar a comunicação dos porta-vozes frente às redes sociais, e o media training de crise, que visa a preparar e aprimorar a comunicação em tempos de crise.


Quais os benefícios do media training?

Como você já deve ter percebido, é fundamental investir no media training para se ter uma marca forte e com credibilidade, auxiliando na construção de uma imagem positiva. Trouxemos mais alguns pontos para convencer você de sua importância.


1. Preparo para a entrevista

Nesse momento, o porta-voz será instruído a responder adequadamente cada pergunta realizada durante uma entrevista. O objetivo é trazer maior coesão e credibilidade ao que está sendo abordado.


2. Controle emocional

O processo de treinamento prepara os porta-vozes para situações desafiadoras e que necessitam de controle emocional e equilíbrio, a fim de que evitem respostas ambíguas ou indiretas, que podem piorar uma situação.


3. Posicionamento da marca

Investir no media training é capacitar profissionais para representarem a marca, auxiliando na construção de uma imagem positiva e reforçando sua credibilidade.


Apesar de ser um processo essencial para todas as empresas, poucas são as que investem em media training, o que acaba prejudicando a imagem delas.


A Engaje! Comunicação é especialista no mercado de gestão e defesa de reputação, possuindo amplo portfólio de treinamentos personalizados. Afinal, bom preparo e assertividade são pontos vitais para a sobrevivência corporativa. Quer entender melhor como funciona o treinamento de um porta-voz e como agir em situações de crise? Entre em contato conosco.

11 visualizações0 comentário