• engajesite

Reputação e marca: a importância do rebranding para crescer


As pessoas, constantemente, trocam a cor de cabelo ou adotam um novo estilo de roupa. Assim como elas, as marcas também passam por mudanças de acordo com algumas ocasiões: o que chamamos de rebranding.


Neste post, você vai entender um pouco mais o que é rebranding, como ele pode auxiliar as instituições a crescer no digital e qual a sua importância para a reputação de uma marca. Boa leitura!


O que é Rebranding?

O rebranding é uma estratégia de marketing em que empresas mudam elementos identificativos. Isso pode acontecer por muitos motivos, como uma mudança natural do comportamento do seu público, o que acaba pedindo uma adaptação por parte da instituição.


Porém, o rebranding também pode acontecer quando a empresa está envolvida em algum tipo de escândalo que afeta a sua reputação negativamente, sendo uma boa estratégia de inteligência de mercado e de busca por mudança na organização, desvencilhando-se daquela que estava sendo alvo de polêmicas.


Entretanto, nada de mudar essas características identitárias da sua instituição todos os dias: mudar bruscamente a imagem da sua instituição e com frequência fará com que, dificilmente, ela consiga se fixar na mente do seu público.

Qual o melhor momento para fazer rebranding?

Mas afinal, qual o melhor momento para fazer rebranding? Até aqui, já falamos algumas situações que podem exigir uma mudança no visual da companhia, porém existem outros casos em que uma mudança pode ser muito bem-vinda pelo público:


  • Quando há atualização da visão, da missão e dos valores da instituição;

  • Quando a organização quer alcançar um novo público;

  • Quando há aquisições, fusões ou cisões relacionadas à companhia;

  • Quando se quer mostrar modernidade.

Como o rebranding pode ajudar a sua marca a crescer no mercado digital?

O rebranding pode ser uma das melhores apostas para as marcas que querem adentrar ao mundo digital. Porém, isso não significa que ela deva mudar totalmente ou que toda gestão de empresa precise passar por uma renovação.


A ideia é fazer uma adaptação do negócio que já existe para sua atuação ou presença na internet. Afinal, a dinâmica de compra, venda e relacionamento entre público e organização é bastante diferente por aqui.


Em primeiro lugar, as pessoas estão sendo constantemente bombardeadas de informações, então, é importante que as instituições saibam como se destacar visualmente para dar destaque a sua estratégia de comunicação.

Como fazer isso na prática?

O primeiro passo da sua estratégia de rebranding digital é entender como o seu público age na internet: quais redes sociais eles acessam? Em quais horários eles estão online? Que tipo de conteúdos, páginas ou pessoas eles gostam de acompanhar?


Com essas informações em mãos, você conseguirá moldar a sua marca (sem perder a sua essência) para se encaixar onde seu público está, bem como a forma de se comunicar com ele.

Quais marcas já fizeram rebranding?

Até aqui, você já entendeu o que é o rebranding e como ele pode auxiliar as empresas a ingressar e crescer no meio digital. Agora, queremos que você veja, na prática, quais são os efeitos dessa estratégia por meio de alguns cases famosos:

Havaianas

Até a década de 1990, a marca Havaianas tinha o estigma de oferecer calçados para pessoas de baixo poder aquisitivo, além de ter pouquíssima variedade de produtos. Após uma inteligente estratégia de rebranding, os famosos chinelos acabaram agradando pessoas das mais diferentes classes sociais.

Skol

A Skol, durante muito tempo, portou-se como uma marca de bebidas quase exclusiva para o sexo masculino, tendo, em suas propagandas, mulheres hipersexualizadas. Após o rebranding, a mulher, agora, é vista como consumidora, além de as propagandas machistas não serem mais feitas.

Latam

Após o falecimento do seu fundador, ocorreu a queda da qualidade do atendimento prestado, além de outras situações que mancharam sua imagem positiva. Ao ser feita uma revisão da sua missão, visão e valores e a fusão com a empresa LAN, surgiu a líder de mercado que conhecemos hoje.

McDonald’s

Com a publicação do documentário “A Dieta do Palhaço”, a rede de fast-food McDonald 's se viu em uma polêmica relacionada a como os seus alimentos eram. A empresa, então, optou por inserir em seu cardápio alimentos mais saudáveis.

Qual a importância do rebranding na reputação da marca?

O rebranding é uma ótima solução para situações de crise e de oportunidade da sua empresa. Afinal, ela pode ser muito bem utilizada para intensificar uma reputação que já é boa, além de salvar aquela que está em queda.


Entretanto, essa é uma carta que não deve ser lembrada apenas em momentos de desespero e sim ser utilizada como uma maneira de adaptar a sua instituição às necessidades e aos direcionamentos do seu público.


Por exemplo: caso o negócio perceba que os seus consumidores estão inclinados a medidas mais sustentáveis e ao meio ambiente, vale a pena fazer uma análise das suas embalagens, optando por aquelas que agridem menos o meio ambiente ou que possam ser recicladas.

Prevenir é melhor que remediar?

Aqui na Engaje!, gostamos de trabalhar a reputação de maneira preventiva, ou seja, fazemos com que nossos clientes externalizem seus diferenciais e adquiram mais pontos positivos com seu público.


Ao fazer isso, conseguimos gerar conexão, aproximação e crescimento para a empresa. Afinal, a reputação é algo que acontece gradualmente, mas pode sofrer graves danos em apenas uma postagem.


Resumindo: a importância do rebranding para o crescimento da marca se dá por meio da oportunidade de moldar a sua organização para um novo perfil dos consumidores, além de auxiliar nos momentos de crise.


Dessa maneira, entendendo o que é rebranding, como ele pode ajudar no crescimento da instituição no mercado digital, bem como a sua importância para a reputação organizacional, você tem uma poderosa estratégia em mãos, que deve ser usada com sabedoria e muita informação.


4 visualizações0 comentário